ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Artistas com deficiência ministram oficina de pintura com a boca e os pés no Memorial da Inclusão


Cerca de 15 jovens com e sem deficiência aprenderão técnicas de pintura com a boca e os pés

 No dia 20 de março, das 15h às 16h30, o Memorial da Inclusão receberá oficina de pintura “Criando e Pintando com a Boca e os Pés” ministrada pela artista Maria Goret, que ensinará a 15 pessoas de 10 a 40 anos com e sem deficiência do Instituto Olga Kos a pintarem com a boca e os pés. A artista tem deficiência física e suas telas estarão expostas no mesmo local. Na ocasião serão usadas tinta acrílica sobre tela em técnicas de pinceladas livres e combinações de cores.

Até o dia 31 de março, de segunda a sexta, das 10h às 17h, o Memorial da Inclusão recebe a mostra “Trajetória Artística” do Instituto Olga Kos em comemoração aos 10 anos da fundação. A exposição traz 12 obras entre telas e esculturas produzidos por alunos com deficiência intelectual com referência de artistas contemporâneos, como Takashi Fukushima, Caciporé e Yukata Toyota. O espaço está localizado na sede da Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência, na avenida Auro Soares de Moura Andrade, 564 – Portão 10, na Barra Funda.

No espaço estão expostas pinturas abstratas em tela com tinta acrílica e cores fortes e esculturas táteis para pessoas com deficiência visual poderem tatear produzidas em gesso, madeira e metal. Além de retratar o universo, os artistas moldaram em gesso os materiais usados na produção das obras. A exposição possui audiodescrição e impressão dos textos sobre as obras em fonte ampliada e braile.

Além das exposições temporárias, o Memorial da Inclusão tem um acervo fixo que aborda cada uma das quatro deficiências – auditiva, visual, intelectual e física – e conta com atrações como a Sala Preparatória dos Sentidos: um local escuro com painéis de texturas diversas, alteração de temperatura e sensores sonoros e olfativos.

Inaugurado no dia 3 de dezembro de 2009, o Memorial da Inclusão: os Caminhos da Pessoa com Deficiência tem o propósito de reunir em um só espaço fotografias, documentos, manuscritos, áudios, vídeos e referências aos principais personagens, às lutas e às várias iniciativas que incentivaram as conquistas e melhores oportunidades às pessoas com deficiências.

Serviço:

Oficina de Pintura “Criando e Pintando com a Boca e os Pés”

Data: 20 de março de 2017

Horário: das 15h às 16h30

 

Exposição: “Trajetória Artística”
Data: até 31 de março

Horário: de segunda a sexta-feira, das 10h às 17h

Local: Memorial da Inclusão – Sede da Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência de São Paulo

Endereço: Av. Auro Soares de Moura Andrade, 564 – Portão 10 – Barra Funda – São Paulo/SP


EDUCAÇÃO INCLUSIVA: TEORIA E PRÁTICAS PEDAGÓGICAS

UM E-BOOK COMPLETO!

São mais de 50 textos curtos organizados por temáticas, redigidos em uma linguagem fácil e didática, com dicas práticas que você poderá ler o conteúdo do começo ao fim, ou usá-lo como um permanente material de consulta conforme as suas necessidades

SAIBA MAIS CLICANDO AQUI

Emílio Figueira

Por causa de uma asfixia durante o parto, Emílio Figueira adquiriu paralisia cerebral em 1969, ficando com sequelas na fala e movimentos. Mas nunca se deixou abater por sua deficiência motora e vive intensamente inúmeras possibilidades. Nas artes, no jornalismo, uma vasta produção científica, é psicólogo, psicanalista e teólogo. Como escritor é dono de uma variada obra em livros impressos e digitais. Ator e autor de teatro. Hoje com cinco graduações e dois doutorados, Figueira é professor e conferencista de pós-graduação, principalmente de temas que envolvem a Educação Inclusiva.

Um comentário

  1. Muito lindo , encantador esse trabalho pintando com a boca e com os pés.Parabens.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*