ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Empresa incubada desenvolve aplicativo de voz que vai beneficiar leitura de deficientes visuais


a-4

Através da ferramenta, os deficientes visuais têm acesso a qualquer livro ou texto, sem a necessidade da tradução em Braile, através da conversão em áudio em poucos minutos. 

Conforme dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), referentes a 2011, no Brasil, cerca de 6 milhões de pessoas têm dificuldades para enxergar e mais de 500 mil são cegas. Os dados comprovam que a deficiência visual é a mais representativa entre os brasileiros. Quer seja de grau intenso ou muito intenso, essa limitação impossibilita 16% dos deficientes visuais de realizarem atividades habituais como ir à escola, trabalhar e brincar, implicando também na exclusão digital dos mesmos.

Essa situação dramática chamou a atenção do DitanGo – uma das startups apoiadas pela Incubadora Tecnológica de Empreendimentos Criativos e Inovadores (ITCG) – aprimorando uma solução da empresa, que já existia e era voltada para otimizar o tempo dos estudantes, a fim de beneficiar também os deficientes visuais.

De acordo com o empreendedor Felipe Silva, diretor de Marketing da DitanGO, “o que existe hoje no mercado e que é utilizado pelos deficientes visuais são os chamados leitores de tela, estes têm a função de ditar o que é apresentado na tela no momento em que o leitor é ativado. O DitanGo vai muito além disso, ele permite que pessoas com deficiência visual convertam os seus documentos de texto em um arquivo de áudio (mp3) de alta qualidade, que fica disponível em uma biblioteca privada online, podendo ser acessado ou baixado a qualquer momento e de qualquer dispositivo” explicou.

Além de portadores de dificuldades visuais, “a ferramenta promete ampliar o acesso à leitura permitindo a conversão de qualquer tipo de texto em áudio de alta qualidade, beneficiando todos os que buscam ampliar conhecimentos, sejam deficientes visuais, estudantes ou amantes da leitura. Nesse sentido, pode ser utilizado para otimização do tempo, permitindo que o usuário leia enquanto realiza outras atividades e aumente sua capacidade de absorção do conteúdo, já que a audição potencializa o nível de compreensão”. É o que garantiu o diretor de Tecnologia da empresa Anderson Teixeira.

O DitanGO pode ser acessado do computador, celular ou tablet de forma rápida e segura. A conversão do texto é feita por um sintetizador de voz de alta qualidade que se mostra superior até mesmo a famosa “Voz do Google”. “Não importa se o seu documento está em Inglês, Português ou Francês, o aplicativo reconhece mais de 44 idiomas diferentes, basta informar qual o idioma do documento enviado” acrescentou Felipe Silva.

Sobre o desenvolvimento da ideia, os empreendedores declaram que inicialmente, desenvolveram apenas um software para atender as suas necessidades pessoais de otimização de tempo. “A medida que outras pessoas viam esse software, descobrimos que nosso problema era comum a todos, pois estas pessoas também estavam em busca por formas de otimizar o seu tempo, sobretudo quando esta otimização aumentava o nível de informação e conhecimento adquirido. Decidimos então transformar aquele software em um produto, assim nasceu o DitanGo”.

Nesse sentido, a otimização do tempo é um dos grandes atrativos para os usuários, visto que o aplicativo proporciona ao usuário ler ou estudar em qualquer lugar, mesmo enquanto realiza outras atividades. “Já pensou em revisar aquele assunto complicado enquanto espera no ponto de ônibus? Ou ouvir aquele livro tão comentado pelos amigos enquanto faz uma caminhada saudável? Pois é, com o DitanGo isso é possível” afirma Anderson Teixeira.

Sobre como utilizar a ferramenta, o empreendedor explica que é fácil, simples e rápido, e o melhor de tudo, é grátis! “Basta acessar o site www.ditango.com.brou baixar o nosso aplicativo na loja do seu smartphone Android ou iPhone, depois disso, basta criar uma conta e começar a aprender algo novo todos os dias, falta de tempo não vai ser mais uma desculpa para deixar de ler” pontuou.

Geneceuda Monteiro
Jornalista – DRT 1.641

Fonte Site BANCA DE JORNALISTAS


UM E-BOOK GRATUITOS PARA BAIXAR

UM E-BOOK GRATUITO PARA BAIXAR!

COLETÂNEA DE ENTREVISTAS E ARTIGOS SOBRE EDUCAÇÃO INCLUSIVA NO BRASIL

Minhas principais entrevistas e artigos científicos sobre Educação Inclusiva, pessoas com deficiência e superação publicadas nos últimos quatro anos. Esse material você poderá utilizar livremente como conteúdo bibliográfico em seu trabalho. E ao final de cada uma eu coloco o modo certo de referenciá-las.

CADASTRE E BAIXE O SEU GRATUITAMENTE CLICANDO AQUI

Emílio Figueira

Por causa de uma asfixia durante o parto, Emílio Figueira adquiriu paralisia cerebral em 1969, ficando com sequelas na fala e movimentos. Mas nunca se deixou abater por sua deficiência motora e vive intensamente inúmeras possibilidades. Nas artes, no jornalismo, uma vasta produção científica, é psicólogo, psicanalista e teólogo. Como escritor é dono de uma variada obra em livros impressos e digitais. Ator e autor de teatro. Hoje com cinco graduações e dois doutorados, Figueira é professor e conferencista de pós-graduação, principalmente de temas que envolvem a Educação Inclusiva.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*