ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Memorial da Inclusão recebe réplica de obras e objetos do acervo do Museu do Ipiranga


Exposição “Museu do Ipiranga para Todos” traz acervo com réplicas acessíveis que podem ser tateadas por pessoas com deficiência visual

Entre os dias 3 de agosto e 30 de setembro, de segunda a sexta, das 10h às 17h e aos sábados, das 13h às 17h, o Memorial da Inclusão recebe a mostra “Museu do Ipiranga para Todos”, acervo com réplicas acessíveis que podem ser tateadas por pessoas com deficiência visual. O material foi produzido pelo Setor de Atividades Educativas do Museu Paulista, mais conhecido como Museu do Ipiranga, que está fechado desde 2013 para restaurações e adequações que promovam a acessibilidade. Todas as obras podem ser tocadas e contam com audiodescrição e legendas em braile. O Memorial da Inclusão está localizado na sede da Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência, na avenida Auro Soares de Moura Andrade, 564 – Portão 10, na Barra Funda.

Na mostra “Museu do Ipiranga para Todos”, os visitantes podem conferir uma maquete do museu, a réplica de diversos objetos que refletem o modo de vida das famílias paulistanas do final do século XIX e início do século XX, como uma chaleira, jarra de porcelana, urinol, escarradeira, câmeras fotográficas e luvas. Entre as atrações, está a reprodução em metal do famoso quadro “Independência ou Morte” (1888), de Pedro Américo. Outro destaque é a obra “Fundação de São Paulo” (1892), de Benedito Calixto, produzida em resina com relevos. Há também a réplica de uma escultura de D. Pedro I. Além disso, a mostra traz uma projeção da reabertura do espaço previsto para 2022.

O Museu Paulista foi construído no final do século XIX, com o objetivo de homenagear D. Pedro I e a Independência do Brasil. O espaço foi aberto ao público em 7 de setembro de 1895 e atualmente pertence à Universidade de São Paulo (USP). Seu principal foco são estudos sobre a história do país e do estado de São Paulo entre os séculos XIX e XX.

Inaugurado no dia 3 de dezembro de 2009, o Memorial da Inclusão: os Caminhos da Pessoa com Deficiência tem o propósito de reunir em um só espaço fotografias, documentos, manuscritos, áudios, vídeos e referências aos principais personagens, às lutas e às várias iniciativas que incentivaram as conquistas e melhores oportunidades às pessoas com deficiências.

Serviço:

Exposição “Museu do Ipiranga para Todos”

Data: de 3 de agosto a 30 de setembro

Horário: de segunda a sexta-feira, das 10h às 17h e aos sábados, das 13h às 17h

Local: Memorial da Inclusão – Sede da Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência de São Paulo

Endereço: Av. Auro Soares de Moura Andrade, 564 – Portão 10 – Barra Funda – São Paulo/SP

Entrada gratuita


UM E-BOOK GRATUITOS PARA BAIXAR

UM E-BOOK GRATUITO PARA BAIXAR!

COLETÂNEA DE ENTREVISTAS E ARTIGOS SOBRE EDUCAÇÃO INCLUSIVA NO BRASIL

Minhas principais entrevistas e artigos científicos sobre Educação Inclusiva, pessoas com deficiência e superação publicadas nos últimos quatro anos. Esse material você poderá utilizar livremente como conteúdo bibliográfico em seu trabalho. E ao final de cada uma eu coloco o modo certo de referenciá-las.

CADASTRE E BAIXE O SEU GRATUITAMENTE CLICANDO AQUI

Emílio Figueira

Por causa de uma asfixia durante o parto, Emílio Figueira adquiriu paralisia cerebral em 1969, ficando com sequelas na fala e movimentos. Mas nunca se deixou abater por sua deficiência motora e vive intensamente inúmeras possibilidades. Nas artes, no jornalismo, uma vasta produção científica, é psicólogo, psicanalista e teólogo. Como escritor é dono de uma variada obra em livros impressos e digitais. Ator e autor de teatro. Hoje com cinco graduações e dois doutorados, Figueira é professor e conferencista de pós-graduação, principalmente de temas que envolvem a Educação Inclusiva.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*