Mostra ‘Diálogo no Escuro’ leva público a um passeio cego no Unibes Cultural


Dialogo_no_escuro-450x338

Você já se imaginou ser guiado por um deficiente visual em ambientes totalmente escuros? Essa é a proposta da mostra sensorial “Diálogo no Escuro”, em cartaz a partir de sábado, dia 22 de agosto, no Unibes Cultural – novo nome do Centro da Cultura Judaica, do ladinho da estação Sumaré do Metrô.

Pela primeira vez na capital, a exposição desafia o público a conhecer o mundo com outros sentidos e pode ser conferida de segunda a sábado, das 10h às 19h, até o dia 20 de fevereiro de 2016. O ingresso para a experiência custa até R$ 30, às sextas e aos sábados; até R$ 24, às segundas, quartas e quintas e, às terças, o centro cultural tem entrada Catraca Livre*.

De “Diálogo no Escuro” não há quadros expostos, nem obras monumentais. Na mostra, o público é divido em grupos de até oito pessoas que são instigadas por um guia a explorar quatro ambientes totalmente escuros, de 45 a 60 minutos, utilizando apenas três de seus sentidos: tato, audição e olfato.

Privados do sentido que coordena praticamente todas as ações do corpo humano, os participantes são colocados em outra dimensão. A única pessoa que está totalmente inserida naquele mundo é o guia, já que fora dali ele também não consegue ver nada, além da escuridão.

A exposição tem o propósito de inserir o público num contexto diferente do que se é vivido. Num mundo onde quem enxerga não enxerga, em que não se há noção de distância ou profundidade. “Diálogo no Escuro” faz com que os participantes superestimem a capacidade dos deficientes visuais e gere uma reflexão poderosa, na qual se é despido de preconceitos estéticos e vestido de confiança, respeito e alteridade.

A experiência da mostra, que já rodou 32 países e mexeu com o psicológico de mais de oito milhões de pessoas – visto que é quase impossível sentir-se indiferente à experiência -, desperta em você a certeza de que todo mundo é igual.

 


OPORTUNIDADES DE CURSOS NA ÁREA DA EDUCAÇÃO INCLUSIVA

Basta clicar nos títulos abaixo e conferir:

CURSO LIBRAS NA PRÁTICA

O Curso de Libras na Prática aborda, explica e ensina a cultura e a história dos surdos, o vocabulário, a gramática da Libras e muito mais.

CURSO ONLINE DE DISTÚRBIOS DE APRENDIZAGEM

Este Curso de Distúrbios de Aprendizagem aborda sobre o que é, como identificar e quais são os tipos de distúrbios de aprendizagem que existem, mostrar o comportamento e tratamento da pessoa com distúrbios e quais as opções de tratamento.

INCLUSÃO DA CRIANÇA COM SÍNDROME DE DOWN NA PRÁTICA

Este Curso de Inclusão da Criança com Síndrome de Down na Prática ensina sobre o que é a síndrome e quais são as suas características, abordando temas como: a inclusão social, educacional, sobre o processo de aprendizagem, teorias de vygotsky, resiliência, enfrentamento das capacidades e das adversidades e os desafios atuais

CURSO DE TRANSTORNO DE DEFICIT DE ATENÇÃO COM HIPERATIVIDADE - TDAH

O Curso de TDAH aborda os tipos de Transtorno de Deficit de Atenção com Hiperatividade, seus sintomas e pontos essenciais para entender o TDAH. Além disso, o curso explica como essa doença afeta crianças, jovens e adultos; e ajuda a compreender o papel da escola e do educador diante desses casos.

Emílio Figueira

Por causa de uma asfixia durante o parto, Emílio Figueira adquiriu paralisia cerebral em 1969, ficando com sequelas na fala e movimentos. Mas nunca se deixou abater por sua deficiência motora e vive intensamente inúmeras possibilidades. Nas artes, no jornalismo, uma vasta produção científica, é psicólogo, psicanalista e teólogo. Como escritor é dono de uma variada obra em livros impressos e digitais. Ator e autor de teatro. Hoje com cinco graduações e dois doutorados, Figueira é professor e conferencista de pós-graduação, principalmente de temas que envolvem a Educação Inclusiva.

Deixe uma resposta